Eis que surge o poeta...

Eis que surge o poeta...
O haicai se inspira nas coisas belas do mundo

domingo, 5 de setembro de 2010

Na noite, um pedido

O firmamento estrelado
Num horizonte distante
Entre montes elevados
E uma neblina constante
Alem destes, um mar agitado
E uma praia tão fascinante
Um casal de namorados
Verdadeiros amantes
Tantas juras de um amor sem fim
E beijos tão longos como o céu
Um Champagne e tantos tim, tins
E palavras doces como o mel
Planos e tantos sorrisos enfim
Do bolso surge um anel
Quero seu amor só pra mim
Uma igreja, uma noiva, um véu...

E foram felizes para sempre

Um comentário:

Vania Staggemeier disse...

Que belo poema até viajei na beleza da imagem que criei em minha mente amigo poeta! Aplausos... Bjinhos na alma